A Perda da Salvação

Home Acima Congregações Biblia OnLine Pedido de Oração Yohanan TV Contatos Cremos em...

 

 

 

Uma vez salvo, sempre salvo? É possível a perda da salvação?

Este é um dos assuntos bíblicos, entre outros, que tanto causa polêmica entre os estudiosos. Se analisarmos determinados textos bíblicos, chegamos à conclusão de que é impossível perder a salvação, entretanto, analisando outros textos também se chega à conclusão de que é possível perder a salvação. Porventura a Bíblia estaria se contradizendo? De maneira nenhuma! Se fizermos uma análise criteriosa dos textos Bíblicos, vamos chegar à conclusão de que as duas posições estão corretas, a diferença está na forma de como se pode ou não perder a salvação.

Vamos iniciar dizendo que todo aquele que busca a Jesus para a salvação, jamais é rejeitado por Ele. Jesus nunca virou e nunca virará as costas para ninguém que o busca. Foi Jesus mesmo que disse: “Todo o que o Pai me dá, virá a mim; e o que vem a mim de maneira nenhuma o lançarei fora.” João 6:37

Muitos se valem deste texto para afirmar que não se perde a salvação porque Jesus disse que nunca lança fora quem o busca, porém é preciso entender que o que realmente Jesus quis dizer é que ele nunca deixa de atender quem o procura.

É importante lembrar o episódio quando um homem procurou a Jesus perguntando o que deveria fazer para se salvar. Jesus não o rejeitou e respondeu as perguntas daquele homem. Quando Jesus disse a ele para vender tudo o que tinha e segui-lo, aquele homem virou as costas e foi embora. Note que Jesus em momento algum o rejeitou, mas foi o próprio homem que o abandonou.

E o jovem, ouvindo essa palavra, retirou-se triste, porque possuía muitas propriedades. (Mat. 19:22)

Igualmente, quando a salvação é obtida, ela é eterna, ou seja, é para sempre. Não existe a possibilidade de alguém se salvar por um determinado período de tempo, ou seja, ficar salvo por um ano, ou dez anos ou um mês e depois Deus diz: “Pronto! Você já gozou a salvação por dois anos agora você perde o direito e se torna perdido novamente”. Isto não existe!

A salvação uma vez obtida, É GARANTIDA POR JESUS ETERNAMENTE E NINGUÉM PODE ROUBÁ-LA.

Resumindo o que foi afirmado até aqui:

  1. Todo aquele que buscar a Jesus para a salvação, nunca é rejeitado por Ele.

  2. Todo aquele que receber a salvação por Jesus a tem garantida por Jesus para sempre.

  3. Todo aquele que tem a salvação não tem a possibilidade de perder por ação de terceiros, ou seja, ninguém pode roubá-la.

Nestes aspectos podemos afirmar que a salvação é eterna e não é possível perdê-la.

Agora vamos analisar outros aspectos de ordem espiritual que devem ser combinados com estas afirmações:

 

O LIVRE ARBÍTRIO

É notório o fato de Deus ter criado o homem com o livre arbítrio, ou seja, o homem tem a liberdade de escolher o que ele quer. Quando Deus deseja que o homem o adore, deseja que o homem o adore por livre e espontânea vontade. Deus não criou robôs e nem fantoches para que pudessem ser manuseados.

É por essa razão que Deus colocou no jardim do Éden uma árvore e proibiu que Adão comesse daquele fruto. O homem precisava ser testado em seu livre arbítrio e em sua obediência a Deus.
É por essa razão que hoje os homens são convidados a receber a Jesus como Senhor e Salvador sem que haja imposição, isso porque cada um tem a liberdade de escolha.
Isto explica a quantidade enorme de seitas e religiões existentes no mundo todo.

Outro fato importante é que Deus respeita a decisão do homem e não impõe nada sobre ele. Reveja o exemplo já mencionado acima. Aquele homem que buscou a salvação com Jesus não aceitou as condições e voltou para traz. Jesus não o segurou pelo braço e nem o forçou a aceitar as condições. Deus respeita a decisão do homem mesmo que seja errada.

Agora vamos analisar um outro aspecto de ordem espiritual.

 

EXORTAÇÕES À PERSEVERANÇA

Se nós possuímos um imóvel, totalmente legalizado com escritura definitiva, devidamente registrada em cartório, certamente temos a posse desse imóvel e ninguém pode roubá-lo de nós, pode até tentar roubar, mas os documentos nos garantem a posse. Esta é uma ilustração semelhante à salvação.

Perguntamos: é possível que venhamos a perder esse imóvel? Sim, é possível, e de que forma?
Uma das formas é negligenciarmos com nossas obrigações. Se não pagarmos os impostos regularmente, com certeza o governo irá tomá-lo de nossas mãos.
Outra maneira seria dá-lo como hipoteca e não pagarmos nossas dívidas. Também nesse caso perdemos o imóvel. Também existe a possibilidade de o abandonarmos ou doá-lo a alguém, ou seja, abrimos mão do imóvel porque não o queremos mais.

Exatamente a mesma coisa acontece com a salvação. Embora pareça impossível, existem casos em que alguém que tenha caminhado lado a lado com Jesus, depois de algum tempo desista e não deseje mais nem sequer que se fale de Jesus.

Diante dessa afirmação, há alguém que diga que uma pessoa nestas condições, na verdade, nunca esteve salva. Mas, quem somos nós para julgar se alguém está ou não salvo? A bíblia nos garante que se alguém buscar a salvação em Jesus a recebe, e quem pode garantir que essa pessoa não possa depois negligenciar e abandonar a salvação?

Essa afirmação tem como base diversas exortações que encontramos na Palavra de Deus. Vamos citar algumas:

  • 1 Pedro 5:8 - Sede sóbrios, vigiai, porque o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar;
    O diabo não pode roubar nossa salvação, mas fica ao redor esperando uma oportunidade até que alguém lhe dê uma brecha para que ele possa trabalhar até a destruição.
  • Apocalipse 2:5 Lembra-te, pois, de onde caíste, e arrepende-te, e pratica as primeiras obras; quando não, brevemente a ti virei e tirarei do seu lugar o teu castiçal, se não te arrependeres.
    Jesus manda essa mensagem para a igreja de Éfeso. Esta igreja havia abandonado a prática inicial das primeiras obras quando recebeu a salvação e agora está sendo alertada para se arrepender sob pena de perder a salvação.
  • Apocalipse 2:11 Quem tem ouvidos ouça o que o Espírito diz às igrejas: O que vencer não receberá o dano da segunda morte.
    Esta é uma mensagem à igreja de Esmirna. Esta igreja não tinha defeitos, era perfeita, porém Jesus avisou que ela seria perseguida e sofreria afrontas, mas alertou que se ela falhasse na perseverança receberia o dano da segunda morte, ou seja, o inferno.
  • Apocalipse 2:16 Arrepende-te, pois; quando não, em breve virei a ti e contra eles batalharei com a espada da minha boca.
    Esta é a mensagem para a igreja de Pérgamo, uma igreja que tolerava atos de idolatria. A advertência é para que se arrependa, caso contrário seria destruída pela palavra de Jesus.
  • Apocalipse 2:21-22 E dei-lhe tempo para que se arrependesse da sua prostituição; e não se arrependeu. Eis que a porei numa cama, e sobre os que adulteram com ela virá grande tribulação, se não se arrependerem das suas obras.
    Tiatira é outra igreja que praticava a idolatria e Jesus alerta para o arrependimento sob pena de ser lançada no meio da tribulação.
    Estamos analisando casos de igrejas que um dia estiveram com o certificado da salvação em mãos e que agora, devido a mudanças no comportamento, estão prestes a perder a salvação porque estão negligenciando a obediência à Palavra de Deus.
  • Apocalipse 3:5 O que vencer será vestido de vestes brancas, e de maneira nenhuma riscarei o seu nome do livro da vida; e confessarei o seu nome diante de meu Pai e diante dos seus anjos.
    Sardes é outra igreja que estava decadente e recebeu uma exortação ao arrependimento. E nesse caso Jesus fala claramente que aquele que não se arrepender terá o seu nome riscado do livro da vida, portanto está claro que a salvação está em perigo, e dependendo da atitude tomada, poderá sem dúvida perder a salvação.

Observar que em todas as situações que estão sendo apresentadas, a perda da salvação depende exclusivamente da atitude do homem. Ninguém rouba a salvação se o homem não der essa chance. Portanto o homem não perde a salvação por ação de terceiros, mas pode perdê-la negligenciando a Palavra de Deus.

  • Apocalipse 3:11 Eis que venho sem demora; guarda o que tens, para que ninguém tome a tua coroa.
    Filadélfia é outra igreja perfeita e sem defeitos. Também para essa igreja Jesus adverte para que se cuide a fim de que ninguém lhe roube a coroa. Isto significa que mesmo essa igreja perfeita pode perder a coroa se não perseverar em sua santidade diante de Deus.
  • Apocalipse 3:19-21 Eu repreendo e castigo a todos quanto amo; sê, pois, zeloso e arrepende-te. Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa e com ele cearei, e ele, comigo. Ao que vencer, lhe concederei que se assente comigo no meu trono, assim como eu venci e me assentei com meu Pai no seu trono.
    Laodicéia, uma igreja totalmente irregular, cheia de defeitos. Jesus está do lado de fora dessa igreja e está batendo na porta querendo entrar e se essa igreja lhe abrir a porta então poderá estar com Jesus no reino de Deus. Uma igreja onde Jesus está do lado de fora não pode estar salva.

Observar que TODAS as igrejas, SEM EXCEÇÃO, receberam uma alerta para o arrependimento e/ou para a perseverança sob pena de perder a salvação. Se pelo menos UMA igreja não tivesse recebido essa exortação, então poderíamos dizer que somente essa única igreja estaria salva e todas as demais nunca teriam sido salvas.

 

OUTRAS EVIDÊNCIAS

Parábola das dez virgens.

  • Mateus.25:11-12 E, depois, chegaram também as outras virgens, dizendo: Senhor, senhor, abre-nos a porta! E ele, respondendo, disse: Em verdade vos digo que vos não conheço.

Em Mateus 25, Jesus conta a parábola das dez virgens. Todas as dez representam a igreja, no entanto, cinco eram prudentes e estavam preparadas e vigilantes para a volta de Jesus. As outras cinco eram negligentes e não estavam preparadas. Quando o noivo chegou, essas cinco negligentes não entraram para as bodas e ficaram de fora, mesmo sendo participante da igreja como as cinco prudentes.


Apostasia

Apostatar significa abandonar a fé inicialmente adotada. A Bíblia prevê essa possibilidade.

  • Hebreus 6: 4-6 Porque é impossível que os que já uma vez foram iluminados, e provaram o dom celestial, e se fizeram participantes do Espírito Santo, e provaram a boa palavra de Deus e as virtudes do século futuro, e recaíram, sejam outra vez renovados para arrependimento; pois assim, quanto a eles, de novo crucificam o Filho de Deus e o expõem ao vitupério.

Este texto é claro quando diz sobre a dificuldade ou impossibilidade de alguém que já tenha vivido as bênçãos da salvação e depois recaído no pecado, de novamente voltar para a renovação do arrependimento.

Exemplo no velho Testamento

  • Ezequiel 18:24-26 Mas, desviando-se o justo da sua justiça, e cometendo a iniqüidade, e fazendo conforme todas as abominações que faz o ímpio, porventura viverá? De todas as suas justiças que tiver feito não se fará memória; na sua transgressão com que transgrediu, e no seu pecado com que pecou, neles morrerá. Dizeis, porém: O caminho do Senhor não é direito. Ouvi, agora, ó casa de Israel: Não é o meu caminho direito? Não são os vossos caminhos torcidos? Desviando-se o justo da sua justiça e cometendo iniqüidade, morrerá por ela; na sua iniqüidade que cometeu, morrerá.

Este texto dispensa comentários. O justo mencionado é aquele que, no Velho Testamento, é considerado salvo. Se este justo se desviar e começar a praticar a iniqüidade, então morrerá na sua iniqüidade, ou seja, já não terá mais a salvação.

  • 1 Coríntios 10:12 Aquele, pois, que cuida estar em pé, olhe que não caia.

Quem está em pé está firme e consciente. É uma firmeza frágil e sujeita a queda, por isso o apóstolo Paulo alerta para a igreja de Corinto, para que todo aquele que se julga estar firme em pé, deve cuidar para não cair, pois existe esta possibilidade.

Atente bem para o seguinte:

Eu, um dia, recebi a Jesus como meu salvador, e desde então eu leio a bíblia, eu oro, eu freqüento a igreja, e me comporto de forma correta. Se eu lhe perguntar se estou salvo, certamente você responderá que sim, pois todas as evidências mostram que eu estou salvo.
Agora suponha que eu pare de freqüentar a igreja de forma mais assídua, e já não ore e nem mais leia a bíblia com freqüência, e também comece a praticar atos não recomendáveis que antes não praticava. Eu novamente lhe pergunto se estou salvo ou não. Possivelmente você responderia que não.
Então qual é a conclusão? Eu perdi a salvação? Alguém me roubou a salvação ou ela foi negligenciada? Ou continuo salvo mesmo vivendo longe do Senhor?
Alguém poderia dizer: "Então você nunca esteve salvo!" Mas lembre-se que na primeira pergunta a resposta certamente foi que eu estava salvo. Houve engano?

Se por acaso a possibilidade da perda da salvação não existisse, então a Bíblia não estaria repleta de exortações para a vigilância, para o arrependimento, para a perseverança, para a uma vida de santificação.
Bastaria receber a Jesus como salvador e continuar a nossa vida cotidiana sem a preocupação de uma obediência e submissão total e incondicional à Palavra de Deus.


Deus é longânime e misericordioso

Se alguém, que recebe Jesus como salvador, por algum motivo se desvia ou se distancia de Jesus, abandonando a igreja, e a obediência à Palavra de Deus, sempre será advertido e exortado a se arrepender e voltar para os caminhos de Jesus. Deus sempre oferece oportunidade para o arrependimento. É exatamente isso que vimos em todas as mensagens de Jesus às igrejas.
Se aquele que se desviou não voltar, certamente morrerá perdido, e não será por falta de oportunidade. Como já dissemos, Deus respeita o livre arbítrio do homem. Se ele decidir continuar no caminho da iniqüidade, jamais Deus irá forçá-lo a decidir o contrário.

 

CONCLUSÃO

Está claro e evidente que a salvação é garantida por Jesus e é eterna. Ninguém perde a salvação por ação de terceiros, mas pode perder se simplesmente não se perseverar numa vida de santidade dentro da vontade de Deus. Quando compramos uma passagem de avião, temos garantido nosso embarque e nossa viagem, desde que não inutilizemos a passagem.

NINGUÉM PERDE A SALVAÇÃO ADQUIRIDA, PORÉM QUALQUER UM PODE DESISTIR DA SALVAÇÃO E PERDÊ-LA!